Endermologia no tratamento da celulite



Fibro edema gelóide, paniculopatia  edemato fibroesclerótica, lipodistrofia ginóide são os nomes científicos dados à famosa celulite. Mas o que é a celulite? Como tratar? Porque ela aparece? Estas são algumas das perguntas que a maioria das mulheres fazem quando começam a aparecer aqueles " furinhos " indesejáveis que tem a aparência de " casca de laranja" e que geralmente na região das coxas e glúteos. 
Lipodistrofia se refere ao crescimento anormal de gordura, ginóide é algo relacionado ao sexo feminino. Celulite é uma patologia estética que pode ser causada por vários fatores: 
- Sedentarismo, mal hábito alimentar, causas genéticas, fatores hormonais, má circulação entre outros. 
Embora seja mais aparente em pessoas acima do peso também ocorre em pessoa magras. 
Entre os vários recursos que existem para tratar e diminuir o grau da celulite temos a endermologia . Também conhecida como endermoterapia este tratamento combate gordura localizada, flacidez tissular, alivia os edemas, ativa a circulaçao fechada e aberta, aumenta a permeação de ativos e ajuda na eliminação de toxinas e detritos do organismo. Tudo isso ajuda no combate a celulite diminuindo drasticamente seu grau e melhorando a aparência da pele. A endermologia atua no tecido adiposo provocando a lipólise dos adipócitos ( células que formam o tecido adiposo ) o que ajuda em sua eliminação.
O endemo é um aparelho estético que faz uma pressão negativa no tecido ao mesmo tempo que faz um rolamento o que faz com que os nódulos se dissolvam ao longo do tratamento. O tratamento é indolor porém conforme o grau das lesões pode ocorrer algum desconforto durante as sessões o que melhoram com a progressão do tratamento. Em médias cada sessão dura entre 30 e 40 minutos e são necessárias visitas mínimas de 2 vezes por semana para um resultado satisfatório e 1 vez por semana ou a cada 15 dias para a manutenção dos resultados. À partir da 5ª sessão já é possível ver os primeiros resultados sendo necessárias um mínimo de 10 sessões, lembrando que cada caso é um caso diferente e particular que deve ter uma avaliação personalizada.


Kátia Mendonça

0 comentários:

Postar um comentário